Crianças podem comer pastas de nuts?

Tempo de Leitura: 4 minutos As oleaginosas, como castanhas, amêndoa e pistache, as sementes, como gergelim, chia e linhaça, e o amendoim, que é uma […]

As oleaginosas, como castanhas, amêndoa e pistache, as sementes, como gergelim, chia e linhaça, e o amendoim, que é uma leguminosa, são alimentos conhecidos por seus benefícios para a saúde, excelente sabor e praticidade na hora dos lanchinhos.

São ricos em gordura poli-insaturadas, que possuem benefícios para nosso organismo, como saúde cardiovascular, controle do apetite, glicemia, controle do peso, entre outros.

alimentação infantil

Muitos adultos e adolescentes possuem o hábito de consumi-los no café da manhã, snacks, lanches intermediários, aperitivo, e outros momentos do dia…mas muitas pessoas ainda tem dúvida se esses alimentos são indicados para crianças. Vamos então conversar melhor sobre esse assunto no post de hoje!

As nuts, em geral, podem e devem fazer parte da alimentação infantil, a partir da introdução alimentar. Antes era preconizado que esses alimentos fossem ofertados apenas a partir dos 2 anos de idade, porém hoje já se sabe que, quanto mais cedo ofertados, menor o risco da criança desenvolver alergia a esses alimentos.

Então, no momento certo da introdução alimentar, sempre com acompanhamento de pediatra ou nutricionista, as oleaginosas já podem compor o cardápio da criança;

Porém, é preciso prestar atenção em um ponto muito importante: engasgos!

Por serem alimentos pequenos e duros, o risco de engasgo ao oferta-los em sua forma natural é grande em crianças menores de 5 anos. Mas nem por isso é preciso evitar o consumo pelos pequenos. Existem outras formas de ofertar e uma delas, muito prática, saborosa e segura, é através das pastas!

pasta morango

As pastas de castanha, amendoim e tahine, por exemplo, são boas opções para enriquecer as refeições das crianças. Elas podem ser combinadas com frutas, mingau, bolinhos, sanduiches, panquecas e muito mais.

Na hora de escolher e ofertar as pastas, porém, é importante ficar de olho em alguns detalhes:

– Apesar de saudáveis, são alimentos calóricos devido a alta concentração de gorduras. Sendo assim, é importante ofertar em quantidades adequadas para a necessidade calórica da criança. Não devem ser consumidas sem controle ou a vontade!

– Evite pastas que contenham açúcar na formulação. O ideal é que a criança conheça o sabor natural dos alimentos.

– Prefira as pastas integrais

– Se optar por uma pasta adoçada, que seja com adoçantes naturais, como stevia ou xilitol. Ambas substâncias devem ser consumidas com moderação pelas crianças e somente a partir de 1 ano de idade.

– Fique atento aos sinais de alergias e intolerâncias

– Consulte sempre um pediatra ou nutricionista para realizar a introdução alimentar da melhor forma possível

Gostou? Conheça nossa linha completa de produtos. Todos sem lactose, sem açúcar e sem adição de açúcar. Experimente!

Texto escrito por:
Marcela Worcemann 
Nutricionista Esportiva e Plant Based
CRN3: 47052

Nutricionista Marcela Worcemman

Eat Clean

por

Eat Clean